É conhecido hoje o sucessor de Vítor Constâncio para a vice-presidência do Banco Central Europeu.

Na corrida ao cargo, um espanhol e um irlandês: Luis de Guindos e Philip Lane.

O novo vice-presidente do Banco Central  Europeu é eleito pelos ministros das Finanças da zona euro.

Portugal apoia a candidatura do ex-ministro espanhol: um voto de retribuição pelo apoio de Madrid à candidatura de Centeno à presidência do Eurogrupo.

De resto, Luis de Guindos recolhe a simpatia da maioria dos países da zona euro.

O mandato de Vítor Constâncio termina a 31 de maio.