Os magistrados franceses que estão a investigar o caso UBS propõem que o banco suíço pague uma multa de 4,88 mil milhões de euros.

Apesar de o caso ainda estar sob investigação, para apurar se o UBS ajudou indivíduos franceses abastados a fugir aos impostos, os magistrados basearam o valor da multa num total de 12,2 mil milhões de euros que dizem ser o valor estava na posse do banco suíço em nome desses indivíduos.

Segundo a Reuters, esta proposta dos magistrados foi entregue ao juiz que lidera a investigação e que vai decidir se há um não um caso contra o banco.

A investigação começou em julho, depois de acusações de lavagem de dinheiro. Os investigadores pediram uma garantia de 1,1 mil milhões de euros para cobrir potenciais multas, mas o UBS recorreu, dizendo que esse requerimento «não tinha base legal».

O banco suíço adiantou ainda que iria levar o caso ao Supremo Tribunal de Justiça francês e ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.