O Banco Santander Totta aumentou os lucros em 50,9% em 2015 para 291,3 milhões de euros, anunciou esta quarta-feira a instituição financeira.

O presidente executivo do banco, António Vieira Monteiro, disse hoje em conferência de imprensa, em Lisboa, que os recursos de clientes aumentaram 4,2% em termos anuais, "com os depósitos a manterem uma evolução favorável subindo 7,3%".

O produto bancário ascendeu a 1.112 milhões de euros, representando um incremento de 14,9%, sendo que a margem financeira aumentou 1,8% para 556 milhões de euros.

Em conferência de imprensa, o presidente do Santander Totta, Vieira Monteiro, revelou que foram detetadas "situações" inesperadas no balanço do Banif, sem querer especificá-las, mas dizendo que se fossem conhecidas na altura da compra, até podiam ter retirado o interesse na operação.

"Atualmente, tivemos conhecimento de certas situações que estão no balanço do banco", afirmou o gestor durante a conferência de imprensa de apresentação de resultados do Santander Totta, em Lisboa, recusando-se a identificá-las.

E reforçou: "Houve certas situações que, se calhar, se soubéssemos nem sequer teríamos apresentado a proposta".

Apesar da insistência dos jornalistas, Vieira Monteiro escusou-se a dar mais detalhes, reservando essa explicação para "a altura certa".

Questionado se havia situações criminais no Banif, o responsável disse que esse tipo de questões teria que ser averiguado pelas autoridades.

"Situações criminais ou não criminais, isso, caberá às autoridades atuar. Nós não fazemos este tipo de coisas", disse.