Ativos e passivos do BANIF, adquiridos em dezembro passado - e até alvo de uma comissão parlamentar de inquérito -, deverão estar integrados no Santander Totta até final deste ano.

A convicção é do presidente da António Vieira Monteiro, expressa na apresentação dos resultados do primeiro semestre do banco.

Ainda não temos a integração operativa, que pensamos fazer até fim do ano, mas já temos toda a integração comercial de produtos que damos aos clientes”, sublinhou esta quinta-feira o presidente do Santander Totta.

Em conferência de imprensa, António Vieira Monteiro revelou que o banco apresentou lucros de 196,2 milhões de euros no primeiro semestre, mais 89,5% do que no mesmo período do ano passado.

Sobre o contributo do BANIF para o resultado líquido, o presidente do Santander Totta afirmou não ser possível fazer a desagregação dos dados.

A integração contabilística está feita, mas não consigo separar o que vem de um lado e do outro”, afirmou.