A presidente do conselho de supervisão do Banco Central Europeu (BCE), Daniéle Nouy, afirmou hoje que os bancos da zona euro se tornaram mais resilientes às condições adversas mas destacou que o número de empréstimos malparados continua a ser um "problema importante".

Na conferência de imprensa anual de supervisão bancária, Daniéle Nouy sinalizou que no terceiro trimestre de 2017 os créditos malparados na zona euro se situaram em 760 mil milhões de euros.

Referiu ainda que nos últimos anos, o total destes empréstimos se reduziu em cerca de 200 mil milhões de euros, mas considerou que os bancos "devem aproveitar os bons tempos" da economia para os reduzir e destacou que esses tempos são "agora".

No mês passado a Comissão Europeia elogia progressos de vários países nesta matéria, incluindo Portugal. Porém, será preciso fazer mais.