A Comissão de Mercado e Valores Mobiliários está a analisar os resultados das votações da assembleia de obrigacionistas do Montepio. Segundo o Diário Económico, em causa está a aprovação do adiamento do pagamento dos juros dos títulos de dívida de dois produtos “Rendimento TOP”.

O regulador quer verificar se os interesses dos obrigacionistas foram tidos em conta, após ter recebido queixas de investidores que alegam que a alteração das condições de dívida só foi possível devido aos votos favoráveis do próprio Montepio.

A CMVM pediu ao banco o envio de cópias das atas da assembleia geral de obrigacionista, com o detalhe da votação, nomeadamente a indicação da identidade, o número de votos e a votação de cada participante.