Os lucros dos cinco maiores bancos estatais chineses, entre os quais o Bank of China, já estabelecido em Portugal, aumentaram 11% em 2013, para 862,8 mil milhões de yuan (100,8 mil milhões de euros), anunciou hoje a imprensa oficial.

A lista é encabeçada pelo Industrial and Commercial Bank of China (ICBC), considerado o maior banco do mundo em valor de capitalização, cujo balanço contabilístico do ano passado apresenta um lucro líquido de 262,6 mil milhões de yuan (30,69 mil milhões de euros).

O Bank of China, o quarto da lista e o primeiro a abrir um escritório em Lisboa, em fevereiro de 2013, apresentou lucros de 156,9 mil milhões de yuan (18,33 mil milhões de euros).

China Construction Bank (CCB), Agricultural Bank of China e Bank of Communications são os outros três grandes do setor.

A China deverá aprovar este ano a criação dos primeiros cinco bancos privados, numa «iniciativa piloto» para concretizar o programa de «aprofundamento global das reformas económicas» preconizado em novembro passado pela direção do Partido Comunista Chinês.

Segundo foi anunciado há duas semanas, Xangai, Tianjin e as províncias de Zhejiang e Guangdong serão as primeiras a testar a abertura do setor financeiro à iniciativa privada.

A China é a segunda economia mundial, a seguir aos Estados Unidos da América, e apesar do abrandamento dos últimos anos, continua a crescer acima dos 7%.

Em 2013, o Produto Interno Bruto chinês cresceu 7,7%, igualando o valor alcançado no ano anterior, e para 2014 o crescimento preconizado pelo governo é de «cerca de 5%».