O Caixa Banco de Investimento prevê que o Millennium bcp continue a aumentar a rentabilidade em 2016, prolongando as tendências positivas que permitiram ao banco regressar aos lucros no ano passado, quando teve o primeiro resultado positivo desde 2010.

O BCP, maior banco privado de Portugal, voltou a ser rentável em 2015, com um lucro líquido consolidado de 235 milhões de euros, contra o prejuízo de 227 milhões em 2014, suportado pelo disparo da margem financeira e continuada descida das imparidades de crédito. 

O Caixa BI salientou, contudo, que o BCP teve um prejuízo de 29,2 milhões no quarto trimestre, face a uma estimativa de 16,1 milhões, resultado do significativo aumento do custo com imparidades, itens não-recorrentes na Polónia, com destaque para 24,5 milhões com a falência de um banco local, e custos com o contributo para mecanismos europeus.

"Por outro lado, a evolução da conta de resultados em 2015 refletiu as melhorias em termos homólogos ao nível da margem financeira, da redução de custos operacionais e da diminuição do montante de imparidades para crédito (face a 2014) bem como das novas entradas em crédito malparado".

Estas tendências deverão permitir ao banco "aumentar a sua rentabilidade a qual permanece reduzida, ainda que 2015 tenha sido o primeiro exercício positivo desde 2010".

O Caixa BI tem uma recomendação de 'Buy' para acções do BCP, com um preço-alvo de 0,10 euros.

As ações do BCP avançam, 0,52% para 0,0388 euros, em contraciclo com índice PSI20 que perde 1,3%.