Apesar de estar a braços com uma Oferta Pública de Aquisição e uma proposta de fusão, o BPI deverá entregar esta sexta-feira uma proposta para a compra do Novo Banco, revela o Diário Económico no dia em que termina o prazo para a entrega de propostas não vinculativas para a compra da instituição bancária.

Na corrida estão ainda o Santander, os chineses da Fosun ou o fundo norte-americano Apollo Management, e muitos outros permanecem na sombra totalizando os 15 candidatos.

O Governo quer ver concluído o processo até ao final do primeiro semestre do ano e o critério número 1 continua a ser o melhor preço.
A etszimativa que existe em relação ao prçeo da venda do Novo Banco é dos analistas do BBVA, que referem que o nível de provisionamento já realizado fdeverá permitir que o valor da venda se situe entre os 4,3 e os 4,8 mil milhões de euros.