A Associação de Investidores e Analistas Técnicos vai avançar com uma ação popular contra o Estado, em representação dos lesados com a resolução do BES, no seguimento de uma petição pública para indemnizar os pequenos acionistas do banco.

Num comunicado publicado hoje, nota a Lusa, a ATM informa que «está a ultimar uma ação popular que visa a responsabilidade do Estado, na linha da petição pública», que defendia a indemnização dos pequenos acionistas e obrigacionistas do banco, segundo informação publicada no website oficial da associação.

A ATM esclarece que esta ação vem na sequência de uma petição pública, à qual o Governo tinha de responder até terça-feira, «no sentido de aprovar ou recusar as propostas apresentadas».

«Significa isto que a ATM privilegiou sempre um entendimento extrajudicial que não viesse fragilizar o Estado na confiança que lhe é depositada pelos pequenos investidores em geral», afirma a associação no comunicado.

A ação popular representa todos os associados da ATM – que a ela se queiram juntar – com menos de 138.000 euros investidos em ações ou obrigações não subordinadas do BES. Os associados que queiram participar na ação – que é gratuita - devem enviar procurações forenses até sexta-feira.

A ATM salvaguarda que esta ação popular «não coloca em causa» a outra ação popular contra a administração do BES e do BESI (BES Investimento), que está a ser também trabalhada por um escritório dos advogados, e «não está associada a nenhum outro movimento de pequenos acionistas do BES independente da ATM».

A ATM identificou perto de 5000 acionistas e detentores de obrigações subordinadas do BES com perdas potenciais na ordem dos 250 milhões de euros.