O Banco de Portugal pediu recentemente uma série de clarificações aos três candidatos à compra do Novo Banco, para que as propostas possam dar uma base uniforme de comparação entre as ofertas, apurou o Diário Económico.

Ganha assim força um cenário de o novo Banco poder ser vendido sem necessidade de recurso a um leilão final.
Este pedido de informações não é, formalmente, um pedido de melhoria das propostas. No entanto, tal pode acontecer indiretamente.

Caso não haja leilão será cumprimento o calendário indicado pelo BdP: o Novo Banco terá um novo dono já no final deste mês ou no início do próximo.

Anbang, Fosun e Apollo são os três candidatos à privatização do banco que resultou do resgate ao antigo BES.