O presidente do Bank of Africa admitiu esta segunda-feira que o seu grupo bancário quer expandir a atividade para Angola, Moçambique e Cabo Verde, para juntar estes países aos 17 em que esta instituição financeira já está presente.

«Sem querer fazer um anúncio formal, posso dizer que estamos interessados nos países lusófonos», disse o vice-diretor geral do grupo financeiro, Brahim Benjelloun Touimi, em declarações ao jornal Media 24, citado pela Lusa, à margem de um encontro empresarial sobre 'Os desafios de África', que decorre esta semana na cidade marroquina.

Os preparativos já começaram e haverá movimentações concretas no próximo ano, acrescenta o responsável, que remete mais esclarecimentos «para depois da reunião do conselho de administração, em janeiro».