Os bancos da zona euro consideram que houve uma melhoria das condições de financiamento às empresas no terceiro trimestre, que atribuem sobretudo às pressões concorrenciais.

Esta conclusão faz parte do inquérito ao mercado de crédito levado a cabo pelo Banco Central Europeu (BCE) e que refere também que, ao contrário das empresas, nos empréstimos à habitação para particulares houve uma maior restritividade na concessão de financiamento.

Quanto à procura, os bancos reportaram um aumento pela parte das empresas “devido sobretudo ao nível geral das taxas de juro, bem como à necessidade crescente de investimentos”. Também subiu a procura de crédito para comprar casa.