O BIC disse hoje que não há administradores do banco envolvidos na investigação judicial à empresa Money One, suspeita de lavagem de dinheiro, e que já abriu auditorias internas para apurar eventuais responsabilidades de colaboradores.

"Nem o Banco BIC nem qualquer membro dos seus órgãos sociais são sujeitos processuais no processo referenciado pelas notícias ou em qualquer outro de natureza semelhante", disse hoje a instituição em comunicado, depois de ter sido noticiado que o banco está a ser investigado por alegadas práticas de branqueamento de capitais praticadas pela sociedade de câmbios Money One.

A informação divulgada à imprensa diz ainda que, no âmbito deste caso, "foram abertas tempestivamente pelo Banco BIC as auditorias internas com vista ao apuramento de práticas e responsabilidades, tendo sido efetuado o reporte apropriado".