A Associação de Cidadãos Nacionais (ANABOB) está a aliciar os portugueses para se associarem na compra do Novo Banco. A quota mínima é de 25€.

De acordo com o Jornal de Negócios, o dinheiro será usado na compra do Novo Banco ou devolvido caso tal não se realize. Se a compra tiver sucesso, a associação será extinta e os associados passarão a acionistas do banco.

«Portugal tem sido esvaziado dos seus principais ativos económicos. Queremos dar a Portugal o que é de Portugal», adiantou um promotor da associação.

Estão a ser enviadas cartas aos partidos portugueses com o objetivo de suportar esta ideia.

A ANABOB tem agora que demonstrar a sua capacidade financeira ao Banco de Portugal. Caso não sejam apresentadas provas de que assim é, o regulador exclui o candidato.

A associação concorre com cinco outros potenciais candidatos de peso: o BPI, o Santander, os chineses da Fosun, o Banco Popular e o fundo de investimento Apollo.

No total, o Banco de Portugal está a avaliar 17 entidades que expressaram interesse na compra do Novo Banco.