Os três sindicatos da TAP que mantiveram quatro dias de greve em dezembro reúnem-se esta quinta-feira com o secretário-geral do PS, António Costa, na sede do partido, para debater a privatização da companhia aérea.

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos e oSindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil pediu na semana passada uma reunião ao líder do principal partido da oposição para discutir a privatização do grupo TAP, relançada pelo Governo em novembro.

A reunião realiza-se às 17:30, na sede do PS, no Largo do Rato, em Lisboa, segundo um comunicado divulgado pelos sindicatos.

Os três sindicatos, que dizem representar mais de 60% dos trabalhadores do grupo TAP, mantiveram o pré-aviso de greve para os dias 27, 28, 29 e 30 de dezembro, em protesto contra a privatização do grupo TAP.

No entanto, os sindicatos apelaram aos trabalhadores para se apresentarem ao trabalho durante o período de greve, cumprindo a requisição civil que o Governo decretou para minimizar o impacto da paralisação na época natalícia.

Os outros nove dos 12 sindicatos que representam os trabalhadores da companhia desconvocaram a greve, depois de terem assinado um memorando com o Governo, que aceitou discutir com os representantes dos funcionários as condições para manter a TAP em Portugal por dez anos após a privatização.