Os pilotos e o presidente da TAP estão reunidos para tentarem encontrar uma solução que evite a greve de dez dias cujo início está marcado já para esta sexta-feira, avança o jornal Público.

Segundo o jornal, o encontro está a decorrer na sede da transportadora aérea, com o objetivo de tentar cancelar a paralisação.

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil marcou uma conferência de imprensa para as 20:00 desta quinta-feira, mas não adiantou mais pormenores. O comunicado refere, no entanto, que a greve tem inicío às 24:00, o que deixa antever que a desconvocação da greve não está a ser equacionada. 

A TAP fala de um “impacto brutal” da greve de dez dias dos pilotos, estimando que possa representar perdas diretas de cerca de 70 milhões de euros, sem contar os custos para a imagem. As contas feitas pelo SPAC não ultrapassam os 30 milhões de euros, menos de metade do valor avançado pela companhia.  

Os pilotos associados do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) que estejam fora da base quando começar a greve têm o regresso a casa suportado pela estrutura sindical, bem como a compensação pelos dias de paralisação.