O presidente executivo da Ryanair, Michael O'Leary, afirmou esta quarta-feira que a companhia aérea de baixo custo apresentou uma proposta para voar para a ilha Terceira, nos Açores, que foi recusada pelo Governo, sem qualquer explicação.

“Queríamos voar para a Terceira, mas a proposta foi recusada. Não foi dada qualquer explicação”, afirmou o presidente executivo da Ryanair em conferência de imprensa, em Lisboa.

Na sexta-feira à noite, o secretário de Estado dos Transportes disse ainda não saber quando é que as low cost começam a voar também para a ilha Terceira.

A Ryanair anunciou esta quarta-feira que no verão de 2016 irá abrir duas novas rotas para Colónia (Alemanha) e Copenhaga (Dinamarca), a partir do Porto. 

Michael O’Leary sublinhou ainda que vai oferecer 100 mil voos com descontos em toda a rede europeia, que estão disponíveis para reserva até à meia-noite da próxima segunda-feira.