O porta-voz dos trabalhadores do grupo SATA afetos ao sindicato da Aviação Civil disse esta quinta-feira que os voos têm registado atrasos de duas horas devido à greve que decorre desde quinta-feira, mas não se verificaram cancelamentos.

De acordo com o porta-voz dos trabalhadores do grupo afetos ao Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC), Filipe Rocha, a adesão à greve ronda os 90%, sendo que se têm verificado de «cerca de uma a duas horas» em alguns voos, mas não houve cancelamentos.

Filipe Rocha disse ainda que, nestes últimos dias, se verificou uma diminuição no número de voos devido à quadra natalícia.

Filipe Rocha disse ainda que, nestes últimos dias, se verificou uma diminuição no número de voos devido à quadra natalícia.

O SINTAC, ao qual estão afetos cerca de 120 trabalhadores da SATA, convocou uma greve à primeira e à última hora dos turnos de trabalho, até 06 de janeiro, a par da paralisação do trabalho extraordinário que já ocorre desde 01 de setembro.

Os trabalhadores reivindicam a reposição de carreiras que dizem terem regredido, com cortes salariais, apenas para quem está afeto ao SINTAC.

Contrariamente à plataforma de sindicatos, os trabalhadores da SATA afetos ao SINTAC não chegaram a acordo com a administração da transportadora aérea açoriana e reivindicam também a aplicação do acordo que está em vigor na TAP e que evita os cortes salariais entre os 3,5% e os 10% previstos no Orçamento do Estado de 2013.

O porta-voz dos trabalhadores da SATA afetos ao SINTAC lamentou que não exista «vontade negocial por parte da empresa», admitindo uma nova greve se esta não tiver consequências.