A companhia aérea EasyJet pretende lançar a rota Lisboa-Ponta Delgada até ao final do ano, faltando ainda a definição do mecanismo de auxílio à mobilidade atribuído aos residentes nos Açores e aos estudantes para a liberalização da rota.

Em declarações à Lusa, o diretor comercial da EasyJet para Portugal afirmou que «a companhia recebeu garantias de que o processo [de liberalização] vai avançar» e, por isso, está a trabalhar para poder anunciar a abertura da rota até ao final de 2014.

José Lopes explicou que Lisboa- Ponta Delgada-Lisboa será a primeira rota a ser operada pela companhia de baixo custo EasyJet para «testar o mercado», adiantando que, «se evoluir favoravelmente, outras oportunidades avançarão».

A 31 de outubro, o Instituto Nacional da Aviação Civil informou todas as operadoras aéreas de que o Governo pretende liberalizar, com efeitos operacionais no verão IATA 2015, o transporte aéreo entre a ilha Terceira e o território continental, bem como entre Ponta Delgada (Aeroporto João Paulo II) e o território continental, portanto as rotas Lisboa/Ponta Delgada/Lisboa, Lisboa/Terceira/Lisboa, Porto/Ponta Delgada/Porto e Porto/Terceira/Porto.

Na mesma comunicação, o regulador adianta que o Governo da República e o Governo Regional dos Açores pretendem implementar um mecanismo de auxílio social à mobilidade, a definir em diploma próprio, sendo tal auxílio passível de ser atribuído, nos termos daquele diploma, aos passageiros residentes na Região Autónoma dos Açores e aos estudantes, em benefício do superior interesse dos cidadãos insulares, mecanismo que assenta nos princípios de coesão social e territorial que se pretende continuar a assegurar.

Em setembro, a EasyJet previa colocar à venda o destino Ponta Delgada na primeira quinzena de outubro e começar a voar para os Açores a partir de março de 2015.