Os Aeroportos da Madeira registaram mais de 2,4 milhões de passageiros em 2013, o que representou um aumento de 7,1% em comparação com o ano anterior, informou esta sexta-feira a Aeroportos da Madeira (ANAM).

Na nota divulgada na região, a ANAM acrescenta que no período em análise «foram processados 23.109 movimentos», o que significa um acréscimo de 1,9% face a 2013.

O comunicado considera que o Aeroporto da Madeira foi «o impulsionador deste crescimento, onde os passageiros marcaram um assinalável crescimento de 7,6%, num total de 2.374.484» pessoas transportadas nos 23.335 movimentos (mais 4,2%) de aterragens e descolagens.

O documento menciona também que «se verificou um aumento da taxa de ocupação média em 2,3 pontos percentuais para 78,7%».

A mesma informação aponta que os operadores ¿low-cost¿ [companhias de baixo custo] representaram 20% do total dos passageiros transportados, sendo que o segmento regular tradicional representou 60,2% do tráfego no Aeroporto da Madeira.

A Aeroportos da Madeira destaca «o excelente desempenho das companhias aéreas Easyjet, Transavia France, Condor e Primera, que registaram crescimentos de 10,4%, 16,4% e 33,7% e 39,1%, respetivamente».

Quanto à TAP, que teve uma quota de mercado de 35%, em 2013, registou igualmente um crescimento de 2% no tráfego para o aeroporto da Madeira, tendo transportado 16 mil passageiros.

O mercado doméstico «manteve a sua posição preponderante, com um total de 1.067.369 passageiros processados, tendo inclusivamente registado um crescimento de 3,8% face ao ano anterior», refere a informação.

A ANAM diz também que «os mais relevantes mercados emissores externos» para a Madeira no ano passado, que registaram aumentos, foram o Reino Unido (+20,6%), a Alemanha (+8,0%), França (+9,9%) e Espanha (+5,3%).

Nesta análise, a Aeroportos da Madeira salienta o desempenho do mercado inglês, que «reforçou a sua posição como segundo maior mercado emissor» para a ilha, «pelo aumento da quota de mercado de dois pontos percentuais, para 18,6%», surgindo Londres no primeiro lugar da lista de rotas com maior crescimento absoluto ao registar «mais 49 mil passageiros face ao período homólogo», para o qual contribuiu a companhia aérea Monarch e o aumento de frequências feitas pela Easyjet.

Em segundo lugar está a rota de Lisboa com um acréscimo de 37 mil passageiros em comparação com 2012.

O comunicado da Aeroportos da Madeira refere ainda que, em 2013, o aeroporto da Madeira esteve ligado a 76 aeroportos, tendo surgido novas rotas da Stavanger na Noruega, Marselha em França e Aalborg na Dinamarca, entre outras.

No que diz respeito ao outro aeroporto da Região, o do Porto Santo, os dados apontam para uma contração de 4,1% no tráfego de passageiros, «ficando abaixo do limiar dos 100 mil» e 3.380 movimentos, menos 12,5% movimentos que no ano anterior.