impossibilita os despedimentos na TAP enquanto o Estado for acionista da empresa







que o Governo está a proteger são os trabalhadores que quiseram entrar num processo de negociação

Pedro Passos Coelho corrigiu a «interpretação» das palavras

foi aprovado esta quinta-feira, em Conselho de Ministros