A equipa da troika regressa a Portugal a 4 de dezembro para o décimo exame regular ao programa de ajustamento, anunciou esta quarta-feira o Governo.

«O Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) acordado com a Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Central Europeu (BCE) prevê a realização de exames regulares, a realizar trimestralmente, ao longo da sua vigência. Assim, o décimo exame regular terá início no dia 4 de dezembro», lê-se no comunicado do Executivo hoje divulgado.

A nota assinada em conjunto pelo gabinete do Vice-Primeiro-Ministro, Paulo Portas, gabinete da ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque, e gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, Carlos Moedas, acrescenta apenas que, tal como nas outras avaliações, neste décimo exame «as autoridades portuguesas com responsabilidades no âmbito do programa irão analisar, juntamente com representantes da Comissão Europeia, do FMI e do BCE, o trabalho realizado e o planeamento dos trimestres seguintes».

Até agora Portugal não chumbou em nenhuma avaliação.O programa de ajustamento prevê a realização de avaliações de três em três meses.