O valor médio de avaliação bancária para o total do País, realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação, situou-se em 1029 euros/m2 em setembro, o que representou uma diminuição de 0,3% comparativamente com o mês anterior. Em comparação com o período homólogo, o valor médio de avaliação no total do País aumentou 1,5% (variação de 1,9% em agosto).

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, a região Norte foi a única a apresentar uma redução no valor médio de avaliação (-0,3%), tendo a variação nas restantes regiões oscilado entre 0,0% na região Centro e 1,9% na região do Alentejo.

O abrandamento observado foi determinado pelas regiões de Lisboa (1,4% em setembro e 1,8% no mês anterior) e do Norte (2,4% em agosto e 2,0% no mês seguinte), únicas regiões a apresentar taxas de variação de menor intensidade que as observadas no período anterior. Os valores médios de avaliação por m2 destas regiões situaram-se, em setembro, em 1241 euros e 898 euros, respetivamente.

Já a Área Metropolitana de Lisboa registou um valor médio de avaliação bancária de 1241 euros/m2, em setembro, a que correspondeu um aumento de 0,2% face ao mês anterior. Na Área Metropolitana do Porto, o valor médio de avaliação diminuiu 0,7%, situando-se nos 958 euros/m2.

Comparativamente com o mês homólogo observaram-se variações de 1,4% e de 3,1% para a Área Metropolitana de Lisboa e para a Área Metropolitana do Porto, respetivamente.