O valor médio de avaliação bancária de habitação está sempre a subir em Portugal. Aumentou pelo quinto mês consecutivo em agosto, o que quer dizer que as casas estão a ficar cada vez mais caras.

Em agosto, o metro quadrado custava, em média, 1.122 euros por metro. São mais cinco euros que em julho, segundo as contas do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Em percentagem, o aumento foi de 0,4% em relação a julho e 4,6% na comparação com agosto de 2016.

As subidas do valor médio das avaliações bancárias abrangem as moradias (0,7%) e os apartamentos (0,5%).

De há um ano para cá, as subidas mais consideráveis foram:

  • Região Autónoma da Madeira (6,8%)
  • Centro (6,2%) e
  • Norte (5,8%)
  • A Região Autónoma dos Açores teve o menor crescimento (0,2%) e na comparação mensal até caiu (-0,5%).

No panorama nacional, Algarve, Área Metropolitana de Lisboa, Região Autónoma da Madeira e Alentejo Litoral têm valores de avaliação bancária superiores à média nacional.

  • Algarve: +26% do que a média
  • Lisboa: +21% do que a média
  • Trás-os-Montes -30% do que a média