As casas estão a ser avaliadas pelos bancos em valores que superam o máximo alcançado em abril de 2011. O valor médio aumentou, em fevereiro, para os 1.160 euros por metro quadrado, segundo o Instituto Nacional de Estatística. Há cerca de sete anos, chegou aos 1.156 euros/m2

O Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação do INE mostra, assim, que a avaliação bancária realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação aumentou sete euros em fevereiro, face a janeiro. 

Em causa, está um aumento de 0,6% relativamente a janeiro deste ano e de 4,6% face a fevereiro de 2017.

Nos apartamentos, o valor médio de avaliação bancária foi 1.213 euros/m2. Nas moradias, foi 1.069 euros/m2.

Por regiões, Algarve, Área Metropolitana de Lisboa, Região Autónoma da Madeira e Alentejo Litoral apresentaram valores de avaliação superiores à média nacional. Nos dois primeiros casos foram, respetivamente, 25% e 23% superiores.

A região das Beiras e Serra da Estrela foi aquela que apresentou o valor mais baixo em relação à média nacional (-32%).

Veja também: