O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos e a Associação Sindical dos Profissionais da Inspeção Tributária são ouvidos esta quinta-feira no parlamento a propósito da alegada lista VIP de contribuintes.

Os presidentes de ambos os sindicatos são ouvidos pelos deputados, respetivamente, pelas 18:00 e pelas 19:00, decorrendo ambas as audições após a sessão plenária.

Em causa está a existência ou não de uma lista VIP de contribuintes que começou por ser falada na semana passada, e em poucos dias foram diversas as notícias em torno do caso, que motivou já uma demissão na Autoridade Tributária (AT).

O diretor-geral da AT, António Brigas Afonso, demitiu-se na quarta-feira, e o primeiro-ministro veio entretanto dizer que o responsável «fez bem» em apresentar a demissão, manifestando ainda que mantém a confiança política no secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos avançou esta quarta-feira à TVI que foram abertos processos à consulta dos dados fiscais de Paulo Portas e Manuel Pinho. 

Paulo Ralha garante que os processos disciplinares aos funcionários que acederam à respetiva informação aconteceram no final do ano passado.