A Volkswagen decidiu retirar dos stands europeus carros a gasóleo novos que possam estar afetados com o kit fraudulento de manipulação de emissões.

Em Portugal, apurou a TVI, são mais de 200 veículos que ficam retidos nos stands, já que a medida engloba um "número limitado" de carros com motores diesel com o motor Euro 5 (EA 189).

Recorde-se que na semana passada o fabricante alemão anunciou que iria retirar 8,5 milhões de veículos do mercado da União Europeia, para os enviar à revisão.

Frank Tuch, chefe do controlo de qualidade do grupo, foi suspenso também na semana passada.

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores ‘diesel’ do grupo Volkswagen, relativamente às marcas Volkswagen, Audi, Seat e Sköda, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes.  

A fabricante alemã admitiu que cerca de   11 milhões de carros são suspeitos de estarem envolvidos no escândalo da manipulação de dados sobre emissões.   

O escândalo levou à demissão do presidente executivo do grupo,  Martin Winterkorn, que foi substituido por  Matthias Müller, que até à data liderava os destinos da Porsche.