O novo presidente da Volkswagen, Matthias Müller, afirmou que as reparações aos veículos com motores a diesel manipulados vão começar em janeiro, uma operação que espera estar concluída até ao fim de 2016.

Na sua primeira entrevista desde que assumiu o cargo, concedida ao diário Frankfurter Allgemeine Zeitung, Müller disse que esta semana vai submeter às autoridades federais de transporte de veículos as soluções técnicas e, se forem aceites, as reparações começam em janeiro.

“Em finais de 2016 todos os carros devem estar arranjados”, acrescentou, ao fixar em “apenas” 9,5 milhões os veículos afetados, em relação aos 11 milhões que o grupo tinha estimado.

O Jornal de Negócios noticia hoje que a Autoeuropa também produziu carros com motores fraudulentos.

A Audi, representada pela SIVA em Portugal, está a alertar os seus clientes portugueses para a possibilidade de alguns modelos estarem afetados pela manipulação de emissões de gases poluentes e pede para a contactarem.