O grupo Volkswagen continuou a liderar as vendas de carros na União Europeia durante setembro, com um aumento de 8,4% relativamente ao mesmo mês de 2014, apesar do escândalo da manipulação das emissões poluentes nos motores a gasóleo.

Segundo dados divulgados pela Associação de Fabricantes de Automóveis Europeus (ACEA), o grupo Volkswagen matriculou em setembro 315.905 carros das várias marcas Volkswagen, Audi, Skoda, Seat, Porsche e outras, mais 8,4% do que no mesmo mês de 2014.

Recorde-se que o escândalo das emissões fraudulentas nos motores a gasóleo do grupo alemão rebentou a 18 de setembro, quando as autoridades norte-americanas acusaram a Volkswagen de manipular os testes das emissões poluentes através de um dispositivo instalado nos motores.

Por marcas, a Porsche foi a que mais cresceu (+54,1%), seguida da Skoda (10,2%), Audi (10,1%), Volkswagen (6,6%) e Seat (4,4%).

O segundo grupo que mais carros matriculou no mês passado foi a PSA Peugeot Citroen, com 133.911 unidades, mais 4,9% do que no mesmo período de 2014; seguida da Renault, com 108.520 veículos, mais 4,9%; da Ford, com 108.864 carros, 8% mais; e da Opel, com 97.689 (mais 5,8%).

O sexto grupo com mais matrículas foi a BMW (100.950), com mais 17,8%, o sétimo foi o grupo Fiat (com 78.430, mais 15,6%), e o oitavo a Daimler, que engloba as marcas Mercedes-Benz e Smart, com 83.041 carros, mais 18,6%.