“Cerca de 30% das vendas, portanto quase um terço das vendas, devem-se às empresas de rent-a-car. Como se sabe, tem havido um aumento do turismo no nosso país, e as empresas começaram a renovar as frotas antes do verão”, explicou.



“É preciso dizer que a maioria das empresas, de rent-a-car e outras, não renovaram frotas nos últimos anos. E mesmo entre os particulares, há muita gente que não troca de carro há algum tempo. A idade média do nosso parque automóvel é 12 anos, é superior à média”, frisou.