A Toyota anunciou esta quarta-feira que vai chamar à revisão 1,75 milhões de viaturas em todo o mundo devido a defeitos que representam risco de incêndio ou ameaçam afetar o desempenho dos travões.

O construtor automóvel japonês identificou três problemas nos veículos, os quais envolvem diversos modelos de carros, incluindo a sua luxuosa marca Lexus.

Um dos defeitos prende-se com uma peça, de forma desadequada, do sistema de travões, a qual pode alterar a sensibilidade do pedal ao longo do tempo, um problema que afeta um universo de 802 mil viaturas, a maioria no Japão e na China.

«O travão não se torna eficaz, mas o desempenho pode começar a degradar-se progressivamente», informou a Toyota através de um e-mail.

Outro problema, que diz respeito ao tubo de fornecimento de combustível de 759 mil viaturas, incluindo vários modelos Lexus e Crown Majesta, pode elevar o risco de incêndio «na presença de uma fonte de ignição». Mais de metade dos carros afetados foi vendida nos Estados Unidos.

Um defeito com 109 mil carros no Japão relacionado com a placa de sucção de combustível também representam risco de incêndio, indicou a firma.

«A Toyota não tem conhecimento de qualquer incêndio, acidente, ferimentos ou mortes» relacionados com os defeitos identificados, garantiu.

O anúncio da surge cerca de quatro meses depois de a Toyota ter chamado à revisão 2,27 milhões de veículos em todo o mundo devido a falhas no sistema de airbag.

Desde o início do ano, a Toyota recolheu quase 11 milhões de viaturas em todo o mundo.