Os baixos preços dos carros Volkswagen a diesel usados colocam riscos adicionais para o grupo automóvel alemão, alertou esta quarta-feira a Moody's.

"A pressão nos preços de revenda dos veículos Volkswagen usados podem pesar na flexibilidade financeira da construtora automóvel", afirma um responsável da Moody's Bernhard Held, citado num comunicado, argumentando que isso deve "penalizar o risco do valor residual das várias partes envolvidas na venda, no financiamento e no aluguer" destes carros.


Por isso mesmo, a agência de 'rating' espera que a Volkswagen tenha de "aumentar as provisões e/ou as perdas por imparidades".

A fabricante alemã apresentou hoje resultados: a Volkswagen registou prejuízos de 3,48 mil milhões de euros no terceiro trimestre, o que comparada com 3,23 mil milhões de lucro alcançados no período homólogo. 

São resultados que já eram esperados pelos analistas e coincidem com o escândalo da manipulação de emissões de gases poluentes, que foi tornado público no passado mês de setembro. E já incluem os 6,7 mil milhões de euros que a fabricante reservou para fazer face aos custos relacionados com o escândalo.