O mercado automóvel da União Europeia desacelerou, passando de um crescimento de 8,2% em setembro para apenas 2,9% em outubro, graças ao contributo do escândalo das emissões manipuladas pelo grupo Volkswagen, indicam dados da ACEA.

As estatísticas da Associação de Fabricantes Europeus de Automóveis (ACEA) revelam que o grupo Volkswagen, que engloba, entre outras marcas, a Volkswagen, Seat, Audi, Skoda e Porsche, viu as vendas caírem 12,4% na União Europeia, passando dos 316 mil carros em setembro, mês em que rebentou o escândalo, para as 278 mil unidades em outubro.

O escândalo no setor está também a afetar outras marcas, como a Peugeot e a Citroen (PSA), que em conjunto viram as vendas caírem 12,1%, de 134 mil em setembro para 118 mil em outubro.