Trata-se de um defeito detetado ao nível do apoio do amortecedor da tampa da bagageira, em seis modelos da Mazda, que vai levar o fabricante japonês a chamar às oficinas mais de dois milhões de veículos em todo o mundo.

No Japão, o defeito abrange cerca de 400 mil veículos, aos quais se somam 1,8 milhões de unidades exportadas. Segundo a Mazda Motor Corporation, o lote de automóveis potencialmente afetados pertence à produção entre dezembro de 2007 e dezembro de 2015. Abrange cinco modelos e alguns exemplares poderão ter sido comercializados em Portugal.

Estamos ainda em processo de identificação do número de unidades potencialmente abrangidas, sendo que, a acontecer e à semelhança de casos similares, os proprietários dos veículos envolvidos serão contactados de imediato para a resolução da situação", disse a empresa à Agência LUSA.

Se o problema se confirmar, a marca assegura que "a marcação será feita em moldes a combinar entre o cliente e o Concessionário Mazda e obviamente que não terá qualquer custo para o cliente".