O governo cubano anunciou esta quinta-feira que vai levantar a proibição de importar carros estrangeiros pela primeira vez em cinquenta anos, o que deverá transformar a conhecida paisagem cubana de carros antigos a circular nas estradas.

O jornal oficial do regime, Granma, disse que a decisão de permitir a importação de carros a preços de mercado na ilha foi tomada na quarta-feira pelo conselho de ministros.

Segundo o Granma, a decisão deverá gradualmente permitir a venda de todos os veículos motorizados e termina também com a prática de oferecer a alguns cubanos uma autorização especial de importação como forma de compensação.

O próprio jornal oficial do regime admite que as chamadas cartas de autorização emitidas pelo ministério dos transportes geraram «ressentimento, insatisfação e, em não poucos casos eram uma fonte de especulação e enriquecimento», mas os detentores dessas cartas vão estar na linha da frente para comprar carros enquanto o novo sistema está a ser implementado, acrescentou o jornal.

As mudanças fazem parte de um conjunto de reformas anunciadas pelo Presidente para liberalizar a economia cubana.