As receitas das empresas de transporte rodoviário de passageiros caíram 0,8% em 2012, para 600 milhões de euros, com o aumento do preço das viagens a revelar-se insuficiente para compensar a quebra na procura.

De acordo com o estudo da DBK sobre transporte rodoviário de passageiros, citado pela Lusa, a deterioração da economia portuguesa incidiu negativamente sobre a procura do transporte rodoviário de passageiros, tendo o valor do setor ficado pelos 600 milhões de euros.

«A redução da procura e a persistência do alto nível dos preços dos combustíveis tem motivado uma deterioração das margens nos dois últimos exercícios», lê-se no relatório divulgado pela Informa D&B.

Para 2013, o estudo antecipa uma retração adicional da faturação de 2%.

Segundo o levantamento da DBK, o número de empresas com atividade no mercado de transporte rodoviário de passageiros nacional regular interurbano situava-se em 2011 em 144, as quais contavam com um total de 7.871 veículos, o que representa uma média de 55 veículos por empresa.

A zona norte de Portugal é onde se concentra o maior número de sociedades, com cerca de 60% do total.