O desemprego na Grécia bateu em junho um novo recorde, afetando 27,9% da população ativa, mais 0,3% do que em maio, segundo dados hoje revelados pelo gabinete de estatísticas grego.

A notícia surge no mesmo dia em que os técnicos da troika regressam a Atenas para uma nova análise dos progressos do programa de reformas que a Grécia tem de implementar em troca do resgate financeiro.

A Grécia registou em junho um total de 1.403.698 desempregados, mais 22.610 do que em maio e mais 174.709 do que no mês homólogo de 2012 quando a taxa de desemprego se situava nos 24,6%.

A taxa de desemprego jovem (menores de 25 anos) atingiu os 58,8%, abaixo do máximo histórico de 64,9% registado no mês anterior, mas acima dos 54,8% do período homólogo.

Em junho de 2008, no início da crise, a taxa de desemprego na Grécia era de 7,3%.