[Notícia atualizada às 14:49]

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, anunciou esta terça-feira uma semana de luta a nível nacional entre os dias 16 e 20 de dezembro, marcada por um protesto em Lisboa no dia 19, em Belém.

O protesto em Lisboa, anunciado por Arménio Carlos, vai ser marcado por uma concentração junto à Presidência da República, em Belém, a partir das 18:30.

Na base do protesto está a suspensão dos cortes dos salários e pensões e ainda o aumento do salário mínimo nacional.

«Consideramos que o Presidente da República tem um instrumento que mais ninguém tem que é o de poder solicitar a fiscalização preventiva de um conjunto de normas deste OE2014 ao Tribunal Constitucional (TC)», afirmou Arménio Carlos, líder da CGTP.

O líder da central sindical falava aos jornalistas depois de uma intervenção proferida em frente à Assembleia da República durante o protesto convocado pela CGTP contra a aprovação do OE2014.

«Entendemos que mais do que pensar, é preciso que haja transparência, clareza, e que as coisas sejam feitas em tempo oportuno para dar credibilidade ao nosso país no plano interno e externo», declarou Arménio Carlos.