A Grécia decidiu hoje dar um novo impulso às negociações com os credores europeus e do Fundo Monetário Internacional (FMI) e decidiu remodelar a equipa de negociadores, indicou fonte governamental.

"Será criada uma equipa política de negociação sob a égide de Yanis Varoufakis", disse ministro das Finanças, citado pela Lusa, "tendo como coordenador Euclides Tsakalotos", ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros responsável pelas relações económicas internacionais, segundo a mesma fonte.


Atenas enfrenta problemas de liquidez devido a um impasse nas negociações com os credores (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) que tem atrasado o pagamento de uma parcela de 7,2 mil milhões de euros do empréstimo concedido ao país em 2012.

Este financiamento é considerado vital para a Grécia cumprir as suas obrigações financeiras.