O valor médio da avaliação bancária em Portugal aumentou cerca de 4,5% para 1.050 euros por metro quadrado em dezembro, em comparação com igual período de 2014. Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram que houve uma valorização em todas as regiões, após uma subida de 3,7% no mês anterior.

Face a novembro de 2015, o INE adianta que o valor médio de avaliação bancária aumentou sete euros por metro quadrado.

Segundo os dados do INE, todas as regiões apresentaram, em dezembro, valores médios superiores aos observados no mesmo período homólogo e com crescimentos mais intensos que os observados em novembro.

Para o total de 2015, o valor médio de avaliação fixou-se em 1.034 euros por metro quadrado, o que se traduziu num aumento de 2,6% relativamente ao ano anterior.

Em relação aos apartamentos, o valor médio aumentou 0,6% face a novembro, fixando-se em 1.095 euros por metro quadrado (m2) em dezembro. O valor médio, para o total do país, para os T2 e T3 situou-se em 1.082 euros e 1.033 por metro quadrado, respetivamente, representando aumentos de 12 euros/m2 nos T2 e cinco euros no caso dos T3.

Para as moradias, a avaliação média para o total do país aumentou oito euros para 976 euros/m2 em dezembro, face ao mês anterior. Quando comparado com o mês homólogo, a subida foi de 3,5%.