A dívida das autarquias caiu 300 milhões de euros no ano passado, mas a dívida global das empresas municipais aumentou cerca de 80 milhões de euros, segundo dados do anuário financeiro dos municípios, revelados pela TSF.

O valor da dívida global das câmaras, incluindo as empresas municipais e os serviços municipalizados no ano de 2013, cifrou-se em 8 mil milhões de euros, menos 300 milhões que em 2012, mas, de acordo com o anuário financeiro, ainda existe em muitas câmaras do país um «empolamento orçamental».

João Carvalho que coordenou este trabalho encontrou em muitas câmaras «orçamentos inflacionado» que podem levar a dívidas de médio e longo prazo difíceis de sustentar. O documento conclui que 35 empresas municipais vão ter de ser dissolvidas.

O anuário é apresentado esta terça-feira na Universidade Católica.