António Costa acredita que será encontrada uma solução "para manter no Aeroporto Sá Carneiro uma base aeroportuária que ajude à internacionalização do Porto e do Norte".

“Encontraremos certamente uma boa solução para aquilo que é estratégico, não só para o Porto como para o país, para que seja mantida no Aeroporto Sá Carneiro uma base aeroportuária, que ajude a internacionalização de toda a região norte e da cidade do Porto e permita continuar a servir cada vez melhor as necessidades da economia do país”, declarou.

Primeiro-ministro falou aos jornalistas à margem de uma sessão da “Volta Nacional Simplex”, uma ação participativa do “Simplex 2016”, em Aveiro.

Confrontado com declarações do Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, em que este criticou a indefinição na postura da TAP, quanto ao Aeroporto Sá Carneiro, o primeiro-ministro remeteu esclarecimentos para o final da reunião que hoje terá com Rui Moreira, mas mostrou-se esperançado em que seja encontrada uma solução.

Sem fazer comentários sobre as declarações do autarca prometeu “ouvir com toda a atenção as queixas e reclamações que a Câmara do Porto tem a apresentar”.

“Temos tido uma excelente relação com a Câmara do Porto e assim vamos continuar a ter. Uma das regras para que corra bem é que as conversas se façam no lugar próprio e não através da comunicação social”, disse.

António Costa recusou igualmente falar da possibilidade da Ryanair explorar as rotas que a TAP explorava com base no Aeroporto Sá Carneiro: “não vou estar a fazer comentários sobre rotas nem substituir aqui a conversa que terei com o presidente da Câmara do Porto, com quem tenho audiência esta tarde”, respondeu.