O Governo alemão aprovou esta quarta-feira um aumento dos salários dos seus membros, de 2,2% este ano e 2,35% em 2017. Com isto, a chanceler Angela Merkel vai passar a ganhar mais de 18 mil euros brutos por mês.

Atualmente, o salário da líder alemã é de 17.992 euros, pelo que com a subida decretada passará a ser de 18.388 euros ainda este ano e 18.820 no ano seguinte, de acordo com as contas feitas pela AFP.

Angela Merkel tem um vencimento superior ao seu homólogo francês, Manuel Valls, que recebe cerca de 15 mil euros por mês.

O aumento hoje aprovado resulta do acordo aprovado em abril com os sindicatos da função pública naquele país.

O primeiro-ministro português, António Costa, recebe cerca de 6.400 euros por mês, incluindo despesas de representação. Ou seja, uma diferença de cerca de 12.000 euros mensais em relação à chanceler alemã.