A chanceler alemã disse esta quarta-feira em Paris que Alemanha e França podem «iniciar uma nova etapa» na sua relação, por ocasião da sua deslocação a Paris para uma reunião com o Presidente francês, François Hollande.

«Podemos iniciar agora uma nova etapa» na relação franco-alemã, disse Angela Merkel, reconduzida na terça-feira oficialmente para um terceiro mandato, durante uma breve declaração ao lado de Hollande.

A chanceler realçou que Paris e Berlim tinham «trabalhado em conjunto muito intensamente nos últimos meses».

Um conselho de ministros franco-alemão vai reunir-se em 19 de fevereiro para aprofundar a relação entre os dois países, acrescentou.

Para Merkel, o desafio é mostrar que os dois governos «podem conseguir mais para os homens e as mulheres» dos respetivos países «do que se o procurassem fazê-lo sozinho».

A governante alemã disse ainda que quer «fazer avançar a Europa» e torná-la no «continente mais forte do mundo».

Os líderes europeus vão reunir-se em breve para discutir a união bancária, a que é atribuída a capacidade de acabar com as crises na zona euro, e a Europa da Defesa.

Por seu turno, Hollande disse que os dois países partilham «um horizonte comum que deve transformar-se numa agenda comum».

«A Europa tem necessidade da relação entre a França e a Alemanha, uma relação confiante, uma relação forte, uma relação aberta», acrescentou Hollande antes de um jantar de trabalho com Merkel.