A chanceler Angela Merkel anunciou esta quinta-feira a primeira medida da grande coligação alemã: baixar a idade da reforma para os 63 anos, medida que será aprovada no conselho de ministros no dia 29 de fevereiro.

Recorde-se que a Alemanha tem sido uma das maiores pressões para que os países europeus aumentem a idade da reforma: veja-se o exemplo de Espanha, em que a idade da reforma passou para os 67 anos e Portugal, onde a idade da reforma é agora aos 66.

«As pessoas de que estamos a falar trabalharam em condições duríssimas, trabalharam 6 dias oor semana e muito mais do que 40 horas», justificou Sigmar Gabriel, o vice-chanceler social-democrata.