A seguradora Anbang, que foi apontada como candidata à compra do Novo Banco, lidera um consórcio que está prestes a realizar o maior investimento de sempre de uma empresa chinesa nos EUA.

O jornal China Daily avança que o o consórcio, que inclui ainda o grupo privado de investimento norte-americano JC Flowers & Co e o chinês Primavera Capital Group, ofereceu 13.000 milhões de dólares (11.700 milhões de euros) pela rede de hotéis Starwood.

"Vamos considerar cuidadosamente o resultado das conversações para determinar o rumo de ação", reagiu em comunicado o grupo Starwood Hotels & Resorts Worldwide Inc..

Quanto ao Novo Banco, ainda não foi vendido. Na segunda quinzena de março, o Banco de Portugal vai fazer um périplo pelas principais praças financeiras da Europa e América do Norte para tentar atrair investidores para o processo de venda do Novo Banco.

Segundo revela o Diário Económico, o plano de supervisor contempla duas opções: a venda direta a investidores internacionais ou a dispersão de capital em bolsa, numa operação a realizar até julho.

Entretanto, o Novo Banco já deu início às rescisões por mútuo acordo com as quais pretende reduzir cerca de 500 postos de trabalho, devendo concluir o processo até à próxima semana.