As Finanças preparam novas inspeções ao alojamento local, numa altura em que o Algarve está praticamente esgotado durante o próximo mês, quer em hotéis, quer em apartamentos, do mais barato ao mais caro, noticia o Jornal de Notícias. 

Em dois anos, o Fisco realizou 1.724 ações de inspeção ao alojamento local, que permitiram recuperar 20 milhões de euros em imposto, referentes a 247 milhões de euros de rendimentos que não estavam a ser declarados. "Ainda no decurso do mês de julho, a Autoridade Tributária irá desencadear várias ações relacionadas com este setor", revelou fonte do Ministério das Finanças, citada pela jornal.

Segundo a mesma fonte, "no caso das sociedades, tem-se constatado que o tipo de fraude não frequente é a não declaração de operações, traduzida na omissão de proveitos e na não entrega do IVA liquidado ao hóspede".