Se sempre quis seguir mais de perto as pisadas de Nelson Mandela (e se tem dinheiro para o fazer), esta viagem é para si: a partir de agora é possível arrendar a casa de campo de Nelson Mandela, por 70 mil rands cerca (de 4,7 mil euros) por dia.

Na província de Limpopo, a norte da capital sul-africana de Joanesburgo, ergue-se a casa que foi o refúgio do ex-presidente da África do Sul, mas também palco de importantes reuniões, o que lhe valeu o nome de Centro Nelson Mandela de Reconciliação.

Depois da sua morte, a viúva Graça Machel devolveu a casa ao senhorio, e em abril estava de portas abertas para quem quiser passar uns dias ou apenas uma noite.

A casa insere-se na reserva de Shambala, que alberga leões elefantes, hipopótamos e muitos outros animais selvagens e cujo safari está incluído no preço. 

Para chegar, o visitante poderá fazer 45 minutos de helicóptero ou viajar duas horas e meia de carro.  A casa tem seis quartos e pode receber até 12 pessoas.