O Ministério do Trabalho da Alemanha afastou a possibilidade de ser alargado este ano um programa destinado a jovens europeus desempregados para que estudem ou trabalhem no país, depois de os fundos se terem esgotado num só trimestre.

O porta-voz do Ministério do Trabalho e Assuntos Sociais Christian Westhoff recordou que os «meios financeiros eram limitados» e que os 48 milhões de euros orçamentados este ano para a iniciativa ficaram esgotados com cerca de 9 mil candidatos que se inscreveram.

Devido às regras orçamentais, o programa MobiPro-EU, não pode ser alargado, acrescentou Westhoff.

«Não serão admitidos novos pedidos», mas a iniciativa vai contar com mais 48 milhões de euros no próximo ano, adiantou.

Outro porta-voz do ministério, Dominik Ehrentraut, explicou posteriormente à agência Efe que ainda há 21 milhões de euros, dos 48 iniciais, para dividir por centenas de jovens que já tinham iniciado o processo de candidatura, mas ainda sem a aprovação final quando acabaram os fundos.

Mas isto não assegura que todos os que se candidataram vejam a sua candidatura aprovada, acrescentou.

O programa, criado pelo Governo de Angela Merkel para ajudar jovens europeus com formação ou trabalho no país, esgotou nos primeiros três meses o montante previsto para todo o ano e para um total de 10 mil beneficiários, incluindo cursos de alemão, bolsas para viagem e alojamento.

O gabinete federal de emprego admitiu, no início deste mês, que os fundos previstos para 2014 tinham acabado devido ao volume de pedidos, principalmente de espanhóis.

Nos primeiros três meses do ano, os pedidos para realizar formação profissional na Alemanha ultrapassaram os 6.300 e os de profissionais que procuram trabalho 2.600.

O programa de ajuda aos jovens europeus foi lançado na anterior legislatura e fazia parte das medidas destinadas a lutar contra o desemprego juvenil nos países mais castigados pela crise.

«A Alemanha quer ajudar Portugal, sobretudo na formação profissional de jovens», disse Merkel, numa conferência de imprensa, quando esteve em Lisboa em novembro de 2012.